Fábrica de Roteiros - Encontro com Tunico Amâncio

O quarto encontro da Fábrica de Roteiros contou com a presença de Tunico Amâncio, curtametragista e professor de Argumento e Roteiro na Universidade Federal Fluminense.  


O professor falou da necessidade do autor desenvolver melhor a estrutura e a trama do seu texto após o primeiro tratamento.

Os participantes aprenderam tanto os conceitos sobre as estruturas e as convenções clássicas de formatação e construção da ação dramática, quanto os conceitos de um modelo oposto, que rompe com esta narrativa tradicional e propõe outras formas de desenvolvimento.

No modelo clássico, a trama é desenvolvida por conflitos e pontos de virada que fazem o espectador acreditar na lógica da história. Já com o rompimento desta estrutura, o autor provoca o espectador e o faz refletir sobre o processo de realização do filme, transformando-o em um participante ativo. Tunico citou alguns filmes como exemplo deste rompimento: O Sanduíche (2000), Recife Frio (2009) e Violência Gratuita (1997).

Por fim, houve uma análise dos cinco roteiros participantes. Tunico apresentou diversas idéias para uma melhor estruturação das tramas construídas.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Deixa na Régua" é o documentário de estréia do novo cineclube do NPD, Cine Jovem

Niterói ganha um novo cineclube, o Cine República

Documentário sobre a poetisa Ana C marca a estreia do Cineclube Literário