sábado, 30 de novembro de 2013

Programação do CineAlmoço em Dezembro


Dia 2/12 – 12h30 e 13h
Cartão Vermelho (São Paulo, 1994, 14 min)
Direção: Laís Bodanzky
Lá vem ela! Mata no peito, domina na coxa, toca a bola no vão das pernas...




3 Minutos (Rio Grande do Sul, 1999, 6 min)
Direção: Ana Luíza Azevedo
Três minutos. O tempo de passar o bastão e correr 1.600 metros. De cozinhar um ovo. O tempo de tomar uma decisão que pode mudar a sua vida, antes que “caia a ficha”.

Messalina (Rio Grande do Sul, 2004, 14 min)
Direção: Cristiane Oliveira
Um telefone público insiste em tocar numa avenida de Porto Alegre. Isabel, uma jovem cega, atende o chamado. Um convite faz com que ela mergulhe numa fantasia que irá ajudá-la a quebrar os limites impostos por sua deficiência.

Dia 6/12 – 12h30 e 13h
Desventuras de um dia ou A vida não é um comercial de margarina (São Paulo, 2004, 10 min) (foto)
Direção: Adriana Meirelles
Animação. Logo cedo, trânsito e preocupações ocupam os pensamentos de Luíza. Mal começa a trabalhar e já se vê envolvida nas situações cotidianas que a irritam e entediam. Assim passa o seu dia, tentando cumprir o fluxo de trabalho e assumindo elementos metafóricos de seus sentimentos em cada momento.

Dalva (São Paulo, 2004, 10 min)
Visão poética do cotidiando de uma mãe solteira vivendo na cidade de São Paulo. O sonho contado pela filha transforma seu dia em objeto de reflexão sobre as possibilidades individuais de felicidade.

Dia 9/12 – 12h30 e 13h
Visite decorado (2011, 15 min)
Space dust (2011, 2 min)
Últimos dias (2011, 15 min)

Dia 13/12 – 12h30 e 13h
Golpe no mestre  (2011, 11 min)
Hooji (2012, 17 min)

Dia 16/12 – 12h30 e 13h
A poeira e o vento (2011, 18 min)
My way (2011, 7 min).

Dia 20/12 – 12h30 e 13h
Dona Sônia pediu uma arma para seu vizinho Alcides (2011, 17 min)
A triste história de Kid-Punhetinha (2012, 15 min) 

Classificação etária: 16 anos


sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Núcleo de Produção Digital exibe curtas nacionais na hora do almoço

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) inicia na segunda-feira, dia 2 de dezembro, o CineAlmoço, com exibições gratuitas nas segundas e sextas-feiras, às 12h30 e 13h , de curtas-metragens nacionais. A sessão é uma opção de atividade cultural compatível com o horário do almoço e voltada, principalmente, para o público que trabalha e mora no centro de Niterói.


Além do dia 2, haverá exibições no mês de  dezembro nos dias 06, 09, 13, 16 e 20. 

A estréia, dia 2, terá a exibição dos curtas Cartão Vernelho, 3 Minutos e Messalina, todos dirigidos por mulheres, no programa “Olhares Femininos”.  O destaque vai para “Cartão Vermelho”, dirigido por Laís Bodansky, mais conhecida por seu aclamado filme “Bicho de Sete Cabeças”, com Rodrigo Santoro.

Fichas técnicas:

Cartão Vermelho (São Paulo, 1994, 14 min) (foto acima)
Direção: Laís Bodanzky
Lá vem ela! Mata no peito, domina na coxa, toca a bola no vão das pernas...

3 Minutos (Rio Grande do Sul, 1999, 6 min)
Direção: Ana Luíza Azevedo
Três minutos. O tempo de passar o bastão e correr 1.600 metros. De cozinhar um ovo. O tempo de tomar uma decisão que pode mudar a sua vida, antes que “caia a ficha”.

Messalina (Rio Grande do Sul, 2004, 14 min)
Direção: Cristiane Oliveira
Um telefone público insiste em tocar numa avenida de Porto Alegre. Isabel, uma jovem cega, atende o chamado. Um convite faz com que ela mergulhe numa fantasia que irá ajudá-la a quebrar os limites impostos por sua deficiência.


O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Núcleo de Produção Digital exibe “Cartola – Música para os Olhos” no dia 28/11

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) exibe nesta semana na sessão “CineMúsica”  o filme  “Cartola – Música para os Olhos”, dirigido por Hilton Lacerda (de “Tatuagem”, recém-lançado nos cinemas) e Lírio Ferreira (“Árido Movie” e “Baile Perfumado”).  Ele será apresentado no cineclube do Núcleo no dia 28 de novembro, quinta-feira, às 17h30, com entrada gratuita.

Documentário sobre um dos compositores mais importantes da música brasileira: Agenor de Oliveira, o Cartola. O filme traça um painel da formação cultural do Brasil, convidando a uma reflexão sobre a construção da memória do país. O filme não se concentra na simples biografia ou processo criativo do compositor, mas em encontrar a própria história do samba, através da costura de imagens que interligam a arte do biografado ao lado de um material relacionado à cultura – clássicos do cinema brasileiro, itens de arquivo, shows filmados e depoimentos variados.


O NPD faz parte do programa Olhar Brasil, sendo resultado da parceria entre a Prefeitura Municipal de Niterói, através da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, e a Secretaria de Audiovisual do Ministério da Cultura (SAV/Minc). No âmbito do município de Niterói, o núcleo está ligado ao Programa Niterói Digital.

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.

Núcleo de Produção Digital exibe “O Lado Bom da Vida” dentro do projeto Saúde Mental no Cinema



O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) exibe na próxima quarta-feira, dia 27 de novembro, às 17h, com entrada gratuita, o filme “O lado bom da vida”.

A exibição faz parte do projeto Saúde Mental no Cinema, do Núcleo de Atenção à Saúde do Servidor (NASS) da Fundação Municipal de Educação (FME), e consiste na apresentação de filmes seguidos de debates mediados por convidados. 

O filme que inaugura este projeto, “O lado bom da vida”, estrelado por Bradley Cooper, Jennifer Lawrence e Robert de Niro, conta a história de Pat Solatano Junior, um homem que, após passar oito meses em uma instituição psiquiátrica, retorna a casa dos pais. Enfrentando resistências à sua volta, Pat decide refazer sua vida. Em meio a inúmeras dificuldades, Pat conhece Tiffany e através dela encontra sua chance de reconexão com o mundo.

Após a sessão haverá debate sobre bipolaridade mediado pelo psicanalista Lenilson Ferreira, autor do livro “Psicanálise: o que ela pode fazer por você”.

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Núcleo de Produção Digital exibe o documentário “Raça” dentro da Semana da Consciência Negra

O Núcleo de Produção Digital (NPD) de Niterói, em parceria com o Núcleo de Ações Integradas (NAI), da Fundação Municipal de Educação (FME), exibe na próxima segunda-feira, dia 25 de novembro, às 18h, com entrada gratuita, o documentário “Raça”. 

O evento faz parte da Semana da Consciência Negra, que acontece ainda no dia 26 de novembro, às 18h, no auditório da FME (rua Visconde de Uruguai 414, centro), com uma mesa-redonda sobre a Lei 10.639/03, que torna obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana em todas as escolas, públicas e particulares, do ensino fundamental até o ensino médio.

“Raça”, dirigido por Joel Zito Araújo e Megan Mylan em 2012 é uma co-produção Brasil e Estudos Unidos. Ele mostra a história de três pessoas na linha de frente da luta pela igualdade racial. O esforço do senador Paulo Paim para sancionar a lei do “Estatuto da Igualdade Racial” no Congresso Nacional, em Brasília. O documentário apresenta ainda a luta de Miúda dos Santos – neta de africanos escravizados e ativista quilombola – pela posse das terras e pelo respeito às suas tradições ancestrais da Comunidade Quilombola de Linharinho, no Espírito Santo. E os bastidores da trajetória do cantor, apresentador e empresário Netinho de Paula durante todo o processo de criação e tentativa de consolidar o seu canal TV da Gente, formado majoritariamente por profissionais negros.

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Núcleo de Produção Digital exibe "Bete Balanço"

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) exibe nesta semana na sessão “CineMúsica” o filme “Bete Balanço”, dirigido por Lael Rodrigues. Ele será apresentado no dia 14 de novembro, quinta-feira, às 17h30, com entrada gratuita.

“Bete Balanço”, de 1984, é o primeiro longa-metragem da trilogia composta por “Rock Estrela” e “Rádio Pirata”, e deu voz à geração anos 80 do rock nacional: Barão Vermelho, Lobão e os Ronaldos, Celso Blues Boy e Banda Brylho. Conta a trajetória da mineira Bete (Débora Bloch), que se muda para o Rio para tentar a carreira artística. O elenco do filme conta ainda com Lauro Corona, Diogo Vilela, Hugo Carvana, Maria Zilda, Andréa Beltrão e Cazuza.

Cultuado à época do seu lançamento por um público sedento por consumir rock numa era pré-MTV e anterior à popularização do vídeo clipe, o filme apresenta imagens da cidade do Rio de Janeiro pós-ditadura e pós-desbunde que marcaram os anos 1980. A capital carioca é apresentada como um cartão postal que ultrapassa o fundo para ações dos personagens e se apresenta como uma verdadeira personagem da trama.

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Núcleo de Produção Digital exibe o documentário “Os Doces Bárbaros”

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) dá início à sua sessão “CineMúsica” com a exibição no seu cineclube do documentário “Os Doces Bárbaros”, dirigido por Jom Tob Azulay. O filme será apresentado no dia 7 de novembro, quinta-feira, às 17h30, com entrada gratuita.

O documentário registra a turnê de shows “Os Doces Bárbaros”, que aconteceu em 1976 em comemoração aos dez anos de carreira individual de Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil e Maria Bethânia. Foi uma turnê de sucesso que se iniciou por São Paulo e passou por Campinas e Curitiba, mas foi interrompida por um incidente policial em Florianópolis, envolvendo Gil e um flagrante de maconha. Ainda em plena ditadura militar, o caso tomou proporções desmedidas, levando Gil à prisão, julgamento e internamento em clínica de desintoxicação.

“Os Doces Bárbaros” apresenta depoimentos dos geniais baianos, cenas de bastidores, o julgamento de Gil e impagáveis números musicais. Versão integral de 104 minutos sem os cortes da Censura Federal, que o filme sofreu na época do seu lançamento, em 1978.

O NPD faz parte do programa Olhar Brasil, sendo resultado da parceria entre a Prefeitura Municipal de Niterói, através da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, e a Secretaria de Audiovisual do Ministério da Cultura (SAV/Minc). No âmbito do município de Niterói, o núcleo está ligado ao Programa Niterói Digital.

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói.