segunda-feira, 31 de março de 2014

Núcleo de Produção Digital exibe “Cantoras do Rádio” na sessão CineMúsica desta quinta, 03 de abril

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) exibe nesta semana na sessão “CineMúsica”  o longa-metragem  “Cantoras do Rádio”,  dirigido por Gil Baroni e Marcos Avellar.  Ele será apresentado no cineclube do Núcleo no dia 3 de abril,  quinta-feira,  às 17h30, com entrada gratuita e classificação etária livre.

O documentário resgata importantes passagens da era de ouro do rádio, durante as décadas de 1930 a 1950, período marcante tanto para a história da música popular brasileira, quanto para a cultura nacional.

O fio condutor do filme é o show "Estão Voltando as Flores", de 2005, em que as cantoras Carmélia Alves, Carminha Mascarenhas, Violeta Cavalcanti e Ellen de Lima sobem no palco do Teatro Rival, no Rio de Janeiro, para homenagear dez divas do período, entre elas, Carmen Miranda, Dolores Duran, Dalva de Oliveira, Elizeth Cardoso, e as irmãs Linda e Dircinha Batista. Além de resgatar parte de um rico passado musical por meio de imagens de arquivo, “Cantoras do Rádio” mostra a incrível força de trabalho destas quatro senhoras, que lutam até hoje para sobreviver da música popular brasileira.


O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na  rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.

segunda-feira, 24 de março de 2014

Núcleo de Produção Digital exibe o documentário “Palavra (En)cantada” na sessão CineMúsica desta quinta, 27 de abril

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) exibe nesta semana na sessão “CineMúsica”  o longa-metragem  “Palavra (En)cantada”,  dirigido por Helena Solberg.  Ele será apresentado no cineclube do Núcleo no dia 27 de março,  quinta-feira,  às 17h30, com entrada gratuita e classificação etária livre.

O documentário percorre a história do cancioneiro brasileiro com um olhar especial para a relação entre poesia e música. Dos poetas provençais ao rap, do carnaval de rua aos poetas do morro, da bossa nova ao tropicalismo, “Palavra (En)cantada” passeia pela música brasileira até os dias de hoje, costurando depoimentos de grandes nomes da nossa cultura, performances musicais e pesquisa de imagens.

O filme conta com a participação de Adriana Calcanhotto, Antônio Cícero, Arnaldo Antunes, BNegão, Chico Buarque, Lenine, Maria Bethânia, Martinho da Vila,  Tom Zé, Zélia Duncan,  Dorival Caymmi, Caetano Veloso e Tom Jobim. A maioria das entrevistas foi realizada na casa dos entrevistados, com o registro de declamações e canções especialmente para “Palavra (En)cantada”.  Poemas de Fernando Pessoa, João Cabral de Melo Neto, Hilda Hilst e pérolas de nossos grandes compositores conduzem o roteiro do documentário.

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na  rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.



Núcleo de Produção Digital exibe “Estamira” na sessão “Mulheres na Tela”

O Núcleo de Produção Digital (NPD) de Niterói, em parceria com o Núcleo de Ações Integradas (NAI), da Fundação Municipal de Educação (FME), exibe nesta segunda-feira, dia 24 de março, às 19h, na sessão “Mulheres na Tela”, o filme “Estamira”, de Marcos Prado. A classificação etária é de 14 anos, a entrada é gratuita e após a sessão haverá debate.

Trabalhando há cerca de duas décadas em um aterro sanitário, situado em Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro, Estamira Gomes de Sousa é uma mulher de 63 anos que sofre de distúrbios mentais. O local recebe mais de oito mil toneladas de lixo da cidade do Rio de Janeiro, diariamente, e é também sua moradia. Com seu discurso filosófico e poético, em meio a frases, muitas vezes, sem sentido, Estamira analisa, com uma lucidez impressionante, questões de interesse global e permite que o espectador possa repensar a loucura de cada um, inclusive a dela, moradora e sobrevivente de um lixão.

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.

Para saber a programação - que é toda gratuita - do NPD (cineclube, oficinas e palestras,...) curta o nosso Facebook: https://www.facebook.com/npdniterol?ref=hl 


segunda-feira, 17 de março de 2014

Núcleo de Produção Digital exibe nesta quinta dois documentários sobre Maria Bethânia na sessão CineMúsica

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) exibe nesta semana na sessão “CineMúsica”  dois documentários sobre a cantora Maria Bethânia, “Bethânia Bem de Perto” e “Pedrinha de Aruanda”.  Eles serão apresentados no cineclube do Núcleo no dia 20 de março, quinta-feira, às 17h30, com entrada gratuita. A classificação etária é livre.

O documentário “Bethânia Bem de Perto”, de Julio Bressane e Eduardo Escorel, filmado em 1966 em preto e branco, mostra Bethânia recém-chegada ao Rio, para substituir Nara Leão no teatro, passeando pela cidade e na intimidade da sua casa com amigos como Macalé, Rosinha de Valença e Caetano Veloso.

Já “Pedrinha de Aruanda”, dirigido por Andrucha Waddington, é um registro da intimidade de Bethânia durante a comemoração de seu aniversário de 60 anos, celebrado durante uma apresentação em Salvador e uma missa em Santo Amaro, sua cidade natal, em 2006. É na casa onde a artista passou sua infância e adolescência que acontece o ápice do filme: a seresta familiar na varanda, com a participação de sua mãe, Dona Canô, do irmão Caetano Veloso e do violonista e maestro Jaime Alem, entre outros. Neste encontro, Maria Bethânia revela sua história a partir de músicas que a acompanharam ao longo de sua vida como "Gente Humilde", "Felicidade" e "A Tristeza do Jeca". 

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na  rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.


Para saber a programação - que é toda gratuita - do NPD (cineclube, oficinas e palestras,...) curta o nosso Facebook: https://www.facebook.com/npdniterol?ref=hl  

sexta-feira, 14 de março de 2014

Núcleo de Produção Digital exibe “Filhas do Vento” na estreia da sessão “Mulheres na Tela”

O Núcleo de Produção Digital (NPD) de Niterói, em parceria com o Núcleo de Ações Integradas (NAI), da Fundação Municipal de Educação (FME), exibe na próxima segunda-feira, dia 17 de março, às 19h, na estreia da sessão “Mulheres na Tela”, o filme “Filhas do Vento”, de Joel Zito Araújo. A classificação etária é de 14 anos, a entrada é gratuita e após a sessão haverá debate.

Numa pequena cidade em Minas Gerais as irmãs Maria "Cida" Aparecida (Taís Araújo) e Maria "Ju" da Ajuda (Thalma de Freitas) têm objetivos bem distintos. A primeira quer se tornar uma famosa atriz, já a segunda só pensa em namorar. Vivem com o pai, Zé das Bicicletas (Milton Gonçalves), que foi abandonado pela mulher e é muito rigoroso com as filhas. Quando ele acusa injustamente Cida de estar se envolvendo com Marquinhos (Rocco Pitanga), o namorado de Ju, ela fica magoada e vai para o Rio de Janeiro na esperança de ser atriz. As vidas das irmãs tomam caminhos diferentes e elas ficam sem se falar por mais de quatro décadas. Com a morte de Zé das Bicicletas, Cida retorna para o enterro do pai e reencontra Ju, momento no qual as mágoas afloram e que todos os problemas de anos terão de ser resolvidos em alguns dias.

O longa-metragem ganhou oito kikitos no Festival de Gramado, além de ter sido o filme vencedor do Festival de Tiradentes em 2006.


O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.

segunda-feira, 10 de março de 2014

Núcleo de Produção Digital exibe “Uma Noite em 67” na sessão CineMúsica do dia 13 de março

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) exibe nesta semana na sessão “CineMúsica”  o longa-metragem  Uma Noite em 67”,  dirigido por Renato Terra e Ricardo Calil.  Ele será apresentado no cineclube do Núcleo no dia 13 de março,  quinta-feira,  às 17h30, com entrada gratuita. A classificação etária é de 14 anos.

O documentário conta a história da final do 3º Festival da Música Popular Brasileira da TV Record, em 21 de outubro de 1967. Entre os candidatos aos principais prêmios figuravam Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo e Sérgio Ricardo, protagonista da célebre quebra da viola no palco. Com imagens de arquivo e apresentações de músicas hoje clássicas, o filme registra o momento do tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos, por meio de depoimentos de músicos como Chico Buarque, Caetano Veloso e Gilberto Gil.

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na  rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.