segunda-feira, 14 de abril de 2014

Núcleo de Produção Digital sedia festival latino-americano de instalação de software livre

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) sedia no dia 26 de abril, das 9h às 18h, o Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre (FLISoL). O FLISoL é o maior evento da América Latina de divulgação de Software Livre. Ele é realizado desde o ano de 2005 e a partir de 2008 sua realização acontece no quarto sábado de abril de cada ano. 

Em sua primeira edição em Niterói, o FLISoL  tem como objetivo mostrar ao público, de forma prática e dinâmica, a ideologia do mundo do software livre, através de palestras e Install Fest. Serão realizadas apresentações e workshops de Shell Script, Blender, Libre Office, Krita 2.8, Joomla e Gantt Project. Haverá ainda palestras sobre software livre e a experiência em Telecentros de Niterói com software livre.  O evento é gratuito e aberto tanto para programadores e  profissionais de TI quanto para usuários finais. 

O NPD faz parte do programa Olhar Brasil, sendo resultado da parceria entre a Prefeitura Municipal de Niterói, através da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, e a Secretaria de Audiovisual do Ministério da Cultura (SAV/Minc). No âmbito do município de Niterói, o núcleo está ligado ao Programa Niterói Digital. Além de contar com um telecentro, o NPD possui uma sala de cinema (cineclube), e contará com estúdio de gravação e ilhas de edição. Oferecerá ainda oficinas e palestras gratuitas na área do audiovisual à população de Niterói e do Estado do Rio.

Mais informações no site do evento: http://flisol.info/FLISOL2014/Brasil/Niteroi

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) está localizado na rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói.  


segunda-feira, 7 de abril de 2014

Núcleo de Produção Digital exibe programa de curtas “Música de Invenção”

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) exibe  na sessão “CineMúsica” desta semana  o programa “Música de Invenção”, uma compilação de seis curtas-metragens, que representam à altura alguns dos mais criativos músicos brasileiros como Tim Maia, Os Mutantes, Jards Macalé, Walter Franco, Arrigo Barnabé e Moreira da Silva.  Ele será apresentado no cineclube do Núcleo no dia 10 de abril, quinta-feira, às 17h30, com entrada gratuita e classificação etária de 14 anos.

No curta “Mutantes”, o diretor Antonio Carlos da Fontoura retrata um dia de Rita Lee, Arnaldo Baptista e Sergio Dias nas ruas de São Paulo, com um mosaico de cenas documentais improvisadas e trechos de canções do trio paulistano, conhecido justamente por suas colagens e justaposições sonoras. “Tira os óculos e recolhe o homem”, de André Sampaio, reinventa o episódio verídico da prisão de Jards Macalé após um show com Moreira da Silva em 1977, mostrando clara influência dos quadrinhos. “Walter Franco, muito tudo” talvez seja o curta que se aproxime mais de um documentário musical tradicional, baseado em entrevistas e registros de canções, mas a câmera inquieta dos diretores Bel Bechara e Sandro Serpa tenta reproduzir as inflexões e mudanças de ritmo que caracterizam a obra do compositor paulistano. 

“Pretinho Babylon”, de Cavi Borges e Emílio Domingos, mostra a batalha de um rastafári para divulgar seu disco de dub circulando pelo Rio de Janeiro de bicicleta. “Tim Maia”, de Flávio Tambellini”, é um saboroso road movie documental, que tem como eixo uma conversa com Tim Maia em um carro conversível pela orla carioca. Já “A estória de Clara Crocodilo”, de Cristina Santeiro, parece um filho inspirado no filme “O bandido da luz vermelha”, com sua trama radiofônica-policialesca terceiro-mundista baseada na cinematográfica música de Arrigo Barnabé.

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) fica na rua Visconde de Uruguai 300, centro de Niterói. Mais informações: 2622-1324.