Niterói debate violência sexual e direitos das mulheres no Cine Debate

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD), em parceria com a Taturana Mobilização Social, a CODIM - Coordenadoria de Políticas e Direitos das Mulheres de Niterói e o Memorial Roberto Silveira, exibe o documentário “India's Daughter (Filha da Índia)", de Leslee Udwin, no dia 30 de setembro, às 18h30,  com entrada gratuita. 

A produção, que foi banida na Índia, conta a história e as consequências de uma das mais brutais e chocantes violências sexuais cometidas na história do país. Em 16 de dezembro de 2012, a estudante de medicina Jyoti foi ao cinema assistir a "As aventuras de Pi" com um amigo. Na volta, pegaram um ônibus clandestino e Jyoti foi brutalmente estuprada por cinco homens e um menino durante uma hora, enquanto o ônibus rodava pelas ruas de Nova Déli. Ao final, as duas vítimas foram jogadas do ônibus em movimento. Jyoti morreu depois de passar por várias cirurgias. 

Sua história foi notícia no mundo inteiro e o caso se tornou um escândalo internacional, gerando uma onda de protestos sem precedentes na Índia e dando início a uma discussão sobre violência sexual e direitos das mulheres em diversos países.  A partir de entrevistas com várias pessoas ligadas ao caso, o documentário faz uma análise da cultura brutal do estupro na Índia.​

No meio da narrativa se entrelaçam as histórias de vida, valores e mentalidades dos estupradores através de entrevistas exclusivas. O documentário analisa a sociedade e os valores que geram atos tão violentos, e faz um apelo otimista e apaixonado para uma mudança histórica na sociedade indiana. O filme gerou comoção internacional, não só pelo crime hediondo, como pelas declarações de Mukesh Singh, um dos responsáveis pelo estupro, que culpabiliza a vítima pela violação.

O filme, que chega ao Brasil por meio da ONG Plan International, é uma co-produção com a BBC, sendo parte das ações da iniciativa #QuantoCusta, da campanha #PorSerMenina. O objetivo da iniciativa #QuantoCusta é promover e qualificar o debate sobre esse tipo de crime, que é considerado um dos menos notificados no Brasil, apesar de a lei tratá-lo como hediondo.

Após a sessão, haverá debate sobre violência sexual e direitos das mulheres com a presença de Marcilene Souto, Coordenadora de Políticas e Direitos das Mulheres de Niterói; da Prof. Dra. Rita Freitas, da Escola de Serviço Social da UFF e de Mônica Souza, da Plan International Brasil.


Página do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/705648449566322/

Plan International Brasil: https://plan.org.br/

Cartilha “Quanto custa a violência sexual contra meninas:  https://plan.org.br/news/2015-09-16-quanto-custa

Haverá certificado de participação para alunos e alunas do ensino médio e universitário.

O Memorial Roberto Silveira – Centro de Memória da História e da Literatura Fluminense fica na Rua Jornalista Rogério Coelho Neto s/n°, centro, Niterói (no Caminho Niemeyer, atrás do Terminal Rodoviário João Goulart). Tel: 2729-1902

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo chega à Niterói em Junho

O mundo das pessoas com Síndrome de Down é tema do próximo Cine Debate

Cine Nikiti discute a violência urbana no doc "Mataram Meu Irmão"