quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Cine Nikiti exibe longa que participou do Festival de Berlim

O cineclube Cine Nikiti exibe neste mês, em parceria com o Festival Visões Periféricas, o filme “Brasil S/A”, de Marcelo Pedroso, que participou da mostra Forum do Festival de Berlim em 2015. Ele será apresentado no dia 21 de outubro, quarta-feira, às 19h, com entrada gratuita. 

A cana-de-açúcar move o Brasil há 500 anos e Edilson é um de seus cortadores. As máquinas chegam e ele deixa o canavial para explorar o espaço em sua primeira missão interplanetária. Um pequeno passo para ele, um salto gigantesco para o Brasil.

O filme apresenta uma série de esquetes surreais e bem-humoradas, explorando a noção de modernidade e tecnologia ao longo da história do Brasil. Ele dialoga com filmes de cineastas como o palestino Elia Souleiman, o soviético Dziga Vertov e o brasileiro Luis Sérgio Person, que, em 1965, dirigiu o filme "São Paulo S/A".

A produção ganhou os prêmios de melhor direção, roteiro, som, trilha sonora e montagem no 47° Festival de Brasília. E os de melhor longa-metragem, direção, roteiro, produção, som e ator (Edilson Silva) no Festival de Cinema de Triunfo.

““Brasil S/A” tem uma trilha sonora onipresente em todo filme, criada com muita atenção por Mateus Alves e sempre focando na grandiosidade e opulência passadas pela história. "”Brasil S/A” propõe situações de uma espécie de hiper-realidade, uma alegoria que desse conta de potencializar o real a partir do imaginário que o condiciona", afirma o diretor Marcelo Pedroso. Sobre a experiência de contar uma história sem diálogos em “Brasil S/A”,  o diretor de fotografia, Ivo Lopes, comenta: "Esse é um filme de fluxo e justaposição de imagens, fragmentos articulados que criam a ideia de movimento único, integrado.”

Antes de “Brasil S/A” será exibido o curta-metragem “Trevas”, de Will Domingos. Ele conta a história de dois viajantes que se apaixonam nas estranhas paisagens do interior do Brasil. “Trevas” ganhou o prêmio de melhor curta nacional no Rio Festival Gay de Cinema 2015. 

Neste mês a exibição dos filmes voltam para a área externa do Jambeiro. E já que estaremos em horário de verão, das 19h às 20h, exibiremos videoclips de dance e pop para animar a galera.  

O NPD concederá certificado de horas de atividade complementar para os estudantes que comparecerem ao evento.

O Solar do Jambeiro fica na Rua Presidente Domiciano, 195, Ingá, Niterói. Telefone: 2109-2222.

Trailer oficial do filme:  https://www.youtube.com/watch?v=4lvf5Sl7YXk


Entrevista  com Marcelo Pedroso (diretor): https://www.youtube.com/watch?v=RefBKTrrEP4

Página do evento Cine Nikiti – Brasil S/A no Facebook: https://www.facebook.com/events/734876243284610/

Página do Cine Nikiti no Facebook: https://www.facebook.com/cinenikiti

Ficha Técnica:
Direção: Marcelo Pedroso
Duração: 71 min
Ano: 2015
Classificação Indicativa: Livre
Elenco:
Edilson Silva, Wilma Gomes, Adeilton Nascimento, Giovanna Simões, Wilma Gomes, Marivalda Maria dos Santos, Maracatu Estrela Brilhante.

CRÍTICA: “O filme desarma expectativas e produz imagens (e sonoridades) inesperadas o tempo todo. Primeiro, por ser um longa sem um único diálogo, vale-se apenas de sons e imagens para construir sua dimensão estética e crítica. Depois, por apresentar em tom operístico uma visão distópica do capitalismo predador à brasileira. Assim, vemos máquinas substituindo o homem nas lavouras e inchando as cidades de migrantes. Figurantes de maracatu que dançam valsas e minuetos. Os prédios que vão subindo, desordenadamente, e acabando com a paisagem. Carros entupindo as ruas, a ponto de terem de ser rebocados por um caminhão-cegonha. Uma modelo de biquíni rege a estranha dança de escavadeiras, enquanto o pavilhão nacional, com um buraco no meio, plana sobre a paisagem desolada do mar de edifícios de quarenta andares. Um grupo de fiéis entra em transe místico enquanto se ouve “The Sound of Silence”, da dupla Simon & Garfunkel. “Brasil S/Aé uma vasta e brilhante metáfora da devastação imposta ao país entregue a esse crescimento sem alma que passa por progresso.” (Luiz Zanin – O Estado de São Paulo) 

Niterói debate meio-ambiente e crise hídrica brasileira na Biblioteca Pública de Niterói

O Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD), em parceria com a Cinedelia/O2 Fimes e a Biblioteca Pública de Niterói, exibe o documentário “A Lei da Água – Novo Código Florestal”, de André D’Elia , no dia 20 de outubro, às 17h,  com entrada gratuita.  O evento faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015, que, em Niterói, acontece de 19 a 24 de outubro.

O documentário brasileiro explica a relação entre o novo Código Florestal e a crise hídrica brasileira. Ele mostra a importância das florestas para a conservação dos recursos hídricos no Brasil e problematiza o impacto do novo Código Florestal, aprovado pelo Congresso em 2012, nesse ecossistema e na vida dos brasileiros.

A qualidade e a quantidade de água que temos disponíveis estão diretamente relacionadas à legislação ambiental, um conjunto de normas que define, entre outros pontos, quais áreas de uma propriedade rural devem ser mantidas com a vegetação nativa, cultivadas ou restauradas.

As opiniões diversas e os exemplos práticos reforçam o tema central do documentário: a relação delicada entre a preservação das florestas, a produção de alimentos e a saúde dos nossos recursos hídricos. As florestas são importantes não somente para a preservação da água e do solo, mas também para a produção de alimentos que necessitam da ação de polinizadores, tais como o café, o milho e a soja – produtos fundamentais para o agronegócio brasileiro.

O filme dá voz a agricultores e especialistas, apresenta técnicas agrícolas sustentáveis bem sucedidas e casos onde a degradação ambiental exacerbada impede a continuidade de qualquer tipo de cultivo ou criação de animais.

Conta ainda com a colaboração de cientistas e parlamentares que apoiam a Ação Direta de Inconstitucionalidade do novo Código Florestal no Supremo Tribunal Federal, e assume um compromisso com a sociedade brasileira ao mostrar como a lei ambiental afeta a vida de cada cidadão. Entre os entrevistados estão: Raul Silva Telles do Valle, advogado e ambientalista do Instituto Socioambiental; Antônio Nobre, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisa Espacial (Inpe) e Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa); Blairo Maggi, senador e empresário; Ivan Valente, deputado; Mário Mantovani, diretor de mobilização da Fundação SOS Mata Atlântica e Omar Bitar, geólogo.

Após a sessão, haverá debate sobre meio-ambiente e crise hídrica brasileira com a presença de Axel Grael, Vice-Prefeito, engenheiro florestal e ambientalista e da Prof. Dra. Alba Simon, bióloga e doutora em Geografia/Planejamento Territorial pela UFF.


Página do filme no Facebook: https://www.facebook.com/aleidaagua

Página do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1470438243266077/

Haverá certificado de participação para alunos e alunas do ensino médio e universitário.

A Biblioteca Pública de Niterói fica na Praça da República s/n°, centro, Niterói (em frente à Câmara Municipal). Tel: 3601-2034.


FICHA TÉCNICA
A LEI DA ÁGUA
Documentário, Brasil, 2014, 78′
Produção: Cinedelia, em coprodução com O2 Filmes
Distribuição: O2 Play
Direção: André D’Elia
Uma parceria:
Instituto Socioambiental – ISA
WWF-Brasil
Fundação SOS Mata Atlântica
Associação Bem-Te-Vi Diversidade
Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS)




Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Niterói terá diversas atividades

Neste ano a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) 2015, em Niterói, acontecerá entre os dias 19 e 24 de outubro, em diversos espaços da cidade. O evento é organizado pela Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, e toda a sua programação é gratuita.

A abertura da SNCT-2015 em Niterói acontecerá no dia 19 de outubro, segunda-feira, às 17h, no Solar do Jambeiro. O evento contará com a palestra “Luz, fótons e lasers: Celebrando o Ano Internacional da Luz”, que será proferida pelo Dr. Luiz Davidovich, professor de Física da UFRJ, agraciado com o prêmio Almirante Álvaro Alberto, o mais importante da ciência brasileira. Na sequência, haverá o lançamento do filme “Quem Foi Que Disse: Sobre a Causa Sagrada de Darwin” (foto), de Luiz Andrade. O média-metragem (45 min) aborda três momentos históricos: a passagem do grande naturalista Charles Darwin pelo Estado do Rio de Janeiro, em 1832, e o seu encontro com a brutalidade da escravidão; o darwinismo social e o discurso eugenista no Brasil Império (1875) e a questão que nos compromete até hoje, o racismo. Junto à estreia do filme será realizada a exposição “A Causa Sagrada de Darwin”, dos fotógrafos Marcovani Porto e Miguel Vasconcellos, com fotos da produção e exposição de figurinos e objetos de cena. As exposições ficam no Solar do Jambeiro até o dia 25 de outubro.

Na terça, dia 20 de outubro, acontecerá, das 9h às 18h, o simpósio “Niterói: da cidade conectada à cidade inteligente”, no Hotel H. Ele tem a proposta de divulgar os avanços de Niterói em termos de conectividade, de inclusão sociodigital e integração de sistemas inteligentes, mas, sobretudo, de discutir e configurar cenários futuros para construirmos a Niterói que queremos.

A mesa de abertura do simpósio contará com o Prefeito de Niterói, Rodrigo Neves; a Secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Flávia Monteiro de Barros Araújo; o Subsecretário de Ciência e Tecnologia, Luiz Andrade; o reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Sidney Mello; Presidente do SERPRO, Marcos Mazzoni, entre outras autoridades. O evento terá ainda palestras tais como: “Futuros inteligentes para a Niterói que queremos” (Dr. José Luiz Moutinho), “Programa Niterói Digital: concepção e resultados (Adriana Neves e Luiz Andrade), “Niterói e a internet das coisas” (Dr. Luis Shara) e “Como a tecnologia pode democratizar o acesso à saúde” (Dr. Aílton Coelho Vieira Júnior). 

Ainda na terça, às 17h, Cine Debate com exibição do documentário “A Lei da Água - Novo Código Florestal”, de André D’Elia, na Biblioteca Pública de Niterói. O evento é uma parceria entre Núcleo de Produção Digital de Niterói (NPD) e a Cinedelia/O2 Filmes (produtora do diretor Fernando Meirelles, de “Cidade de Deus”). O filme explica a relação entre o novo Código Florestal e a crise hídrica brasileira. Ele mostra a importância das florestas para a conservação dos recursos hídricos no Brasil, e problematiza o impacto do novo Código Florestal, aprovado pelo Congresso em 2012, nesse ecossistema e na vida dos brasileiros. Após a sessão, haverá debate sobre meio-ambiente e crise hídrica brasileira com a presença de Axel Grael, Vice-Prefeito, engenheiro florestal e ambientalista e da Prof. Dra. Alba Simon, bióloga e doutora em Geografia/Planejamento Territorial pela UFF.

A 1ª Mostra acadêmico-cientifica de Niterói: educação, ciência, tecnologia e inovação, acontecerá na Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO)  nos dias 21 (quarta) e 22 (quinta) de outubro, das 9h às 17h. Este evento é uma chamada para apresentação de artigos e relatos de experiência no âmbito municipal. Para além do intercâmbio de ideias e experiências, os artigos aprovados por um Comitê Científico serão posteriormente publicados.

No dia 21, quarta-feira,  acontece ainda o Concurso de Poesia (Educação/FME), às 18h, no Teatro Municipal de Niterói e, no Campo de São Bento, será instalada a Tenda da Inovação do Centro Integrado de Tecnologia e Inovação da Escola de Engenharia da Universidade Federal Fluminense (UFF), das 8h às 17h.

A II Feira Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação toma conta do Horto do Fonseca na sexta (23 de outubro, das 9h às 18h) e sábado (24 de outubro, das 9h às 13h). Nela serão apresentados os trabalhos das escolas públicas e particulares. Participam também vários expositores e parceiros institucionais. “Este é um momento forte da SNCT pois nele se revela a criatividade, a engenhosidade e o protagonismo dos estudantes”, afirma o Subsecretário de Ciência e Tecnologia, Luiz Andrade.

Mais informações no Facebook da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015 em Niterói: http://www.facebook.com/Semananiteroi2015

ENDEREÇOS:
Solar do Jambeiro - Rua Presidente Domiciano, 195, Ingá, Niterói.
Hotel H – Rua Dr. Paulo Alves, 14, Ingá, Niterói.
Biblioteca Pública de Niterói - Rua da Conceição, s/n°, Centro , Niterói.
Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO) – Rua Marechal Deodoro, 263, Centro, Niterói.
Teatro Municipal – Rua 15 de Novembro, 35, Centro, Niterói.
Horto do Fonseca – Alameda São Boaventura, s/n°, Fonseca, Niterói.